• 9 gp de atletismo aguas de gaia 2017 933
  • corrida s joao porto 2017 933
  • maratona no parque 2017 933

24ª Meia Maratona de Ovar 2012 - Resultados - Classificações

Meia Maratona de Ovar 2012

 

24ª Meia Maratona de Ovar 2012

 

7/10/2012

 

Resultados e Classificações

 

Foram 24 os atletas do Porto Runners que estiveram na 24ª Meia Maratona de Ovar. Parabéns para todos os que representaram o nosso clube nesta fantástica prova. Esta meia maratona está cada vez mais bem organizada, tem um percurso muito bom, muito público na estrada a assistir à prova e a apoiar os atletas. Os abastecimentos foram adequados com esponjas e água a cada 5kms. No final, a oferta da tradicional merenda, é uma prova a não perder no próximo ano.

 

Ficam aqui os resultados da 24ª Meia Maratona Cidade de Ovar 2012.

Maratonista perde medalha após admitir ter pegado ônibus durante corrida

Maratonista perde medalha após admitir ter pegado ônibus durante corrida

Rob Sloan havia levantado suspeitas de concorrentes que não o viram passar e por completar segunda metade da prova mais rápido do que a primeira.

(in http://www.noticiasrss.com.br)

Maratonista

Foto: BBC

 

Um corredor britânico teve cassada uma medalha recebida numa maratona realizada no fim de semana após admitir ter tomado um ônibus no meio do caminho.

Rob Sloan, de 31 anos, havia sido o terceiro a cruzar a linha de chegada da maratona de Kielder, no norte da Inglaterra, no domingo, com um tempo de 2 horas e 51 minutos.

Porém ele levantou suspeitas dos corredores que chegaram depois dele, que disseram não tê-lo visto passar por eles.

Logo após a corrida, ele afirmou à BBC que estava indignado com as suspeitas de que ele teria trapaceado.

Na ocasião, ele disse que as acusações contra ele eram 'risíveis', mas depois admitiu ter tomado um ônibus na altura do quilômetro 32 (de um total de 42) antes de retornar ao trajeto da corrida no trecho final.

 

Técnica de Corrida

Técnica de Corrida

 

 

O ser humano é uma máquina perfeita, uma vez que se consegue adaptar rapidamente a qualquer tipo de desafio. Prova disso são as nossas brincadeiras de infância, como correr, saltar e pular das quais absorvemos e registamos no nosso cérebro informações.


Porém, quando chegamos à fase adulta já temos o nosso próprio estilo de correr, mesmo que esse não seja o mais utilizado. É fundamental treinar técnicas de corrida que possam melhorar o desempenho e poupar energia, principalmente nos atletas de elite, onde essas técnicas se tornam numa importante ferramenta que contribuem para a sua evolução.


Existem vários atletas de nível olímpico que utilizam técnicas completamente fora dos padrões da biomecânica e apresentam resultados incríveis, por isso, o mais importante é termos consciência de que não podemos lutar contra o nosso corpo.


Os exercícios técnicos devem fazer parte da nossa rotina desportiva, sendo acompanhados por um profissional qualificado e orientado para a utilização das técnicas, organização e periodização dos treinos.


Desta forma, melhoramos os nossos tempos, evitamos vários tipos de lesão e conseguimos ter uma evolução progressiva.

 

 

Crónica treino free Running - Serra da Freita - 23 de Julho de 2011

Image  

Corredores todo o terreno

(Crónica de Rui Pinho)

23 de julho de 2011

 

Eu, que achara a Corrida da Freita dura, mas que me tinha deixado um gosto especial pelo trail, acho agora que toda a corrida de montanha é dura mas deve ser apreciada. Foi o que fizemos hoje.

Há uns dias, quando fui informado da realização de um treino Free-Running na companhia do José Moutinho, grande impulsionador do trail em Portugal e um apaixonado pela Freita em particular, onde organiza a mais dura Ultra de montanha em Portugal, decidi na hora ir.

Organizados e distribuídos pelo menor número de carros possível, lá fomos chegando bem cedo ao Merujal. 9h da manhã, equipados a rigor, fomos em direcção ao Concelho vizinho de S.Pedro do Sul, rumo ao Parque de Campismo Retiro da Fraguinha, donde haveríamos de iniciar o treino Free Running, como o nome indica, sem competição, com liberdade de andamentos, mas, como referido pelo José Moutinho no briefing, onde todos se preocupam com todos.

Lá partimos, rumo à aventura, sem a pressão de uma prova, mas com andamento vivo.

Os primeiros dois quilómetros, em subida ligeira até aos 1026 m (tínhamos começado nos 920), fez-se por um terreno bastante acidentado e com muitos tojos, que nos picavam as pernas e atrasavam o andamento, já que as ultrapassagens não se verificavam. Os mais astutos tiveram de esperar mais uns quilómetros para dar asas à destreza. Já no alto, na garra, onde emborcam vários trilhos (cinco no total dão acesso àquele local, daí o nome), novo briefing do Moutinho para nos mostrar alguns dos locais de passagem da Ultra, num ponto magnífico, de onde se pode apreciar uma grande parte do Maciço da Gralheira.

Rui Pinho- Já pesou 134 Kgs, hoje corre maratonas

Rui Pinho- Já pesou 134 Kgs, hoje corre maratonas

(in correrporprazer.com )

 

Há uns dias atrás, estava eu à procura de artigos motivadores para enviar para um colega de trabalho que se estar a iniciar na corrida, e num desses artigos, encontrei um comentário de um leitor assíduo deste nosso espaço e que uns meses depois eu tive o prazer de conhecer e de inclusivamente o ter trazido para o meu clube.

A história é fascinante e não irei acrescentar nada ao seu comentário do artigo que já referi. Trata-se de mais um caso de sucesso e que demonstra que uma vez mais está provado que nunca é tarde para mudarmos de vida.

Eis o comentário do Rui (que na altura ainda me tratava por você e hoje me trata por amigo) ao artigo que publiquei a 14 de Agosto último, dia em que completei 3 anos de corrida.

 

Fernando Rocha - 35 Maratonas - MARATONA DE POZNAN NA POLÓNIA

Image

 

Image

 

FERNANDO ROCHA FAZ A SUA 35ª MARATONA EM POZNAN NA POLÓNIA.

 

...e são 35 as maratonas nas pernas!

 

O clube PORTORUNNERS bem representado por mim, com uma prestação modesta: 3h 33m.


10 de Outubro de 2010, pelas 10 horas e 10 minutos num domingo cheio de sol, com uma temperatura ambiente de 3 graus mínima e 12 graus máxima deu-se a partida para um pelotão de cerca de 4000 seres com muita vontade de correr...
O percurso composto por duas voltas, muito citadino sem qualquer passagem no excelente parque verde existente na cidade, é relativamente acessível, muito plano e conta com alguma animação musical.



--

 

Grande Abraço


Fernando Rocha