• Meia Maratona de Viana 2019 915
  • Volta A Paranhos Banner 900
  • maratona no parque 2018

XXVII Maratón Ciudad de Sevilla (2011) - Crónica Alexandre Caramez

ImageImage

 

XXVII Maratón Ciudad de Sevilla (2011)

(Crónica Alexandre Caramez)

Image
 
Recentemente alguém disse-me: "Após a tua lesão nos dois joelhos, tu vais preparar uma maratona para 3h15 em 1 mês e 1 semana... impossível!"

Ups! Pois é... os recursos inerentes a mim, a congruência muito perto do 90% (em treinos num projecto "muito fora da caixa", na alimentação, na suplementação e essencialmente na ajuda motivacional do meu fantástico "peer group" de apoio)...

A crónica desta Maratona resume-se, muito simplesmente, que está em cada individualidade (que tem o poder da escolha) definir os seus objectivos (sejam eles quais forem) e com atitude e preserverança, colocá-los em prática, sendo tudo alcançável e possível! - É a minha crença é o meu mapa mundo!
 

 

Estou deveras feliz, principalmente, por dois momentos muito especiais deste fim de semana.

Uma conversa, no dia anterior, muito produtiva, que me fez, faz e ainda fará pensar um pouco na questão: "O que realmente quero fazer? E se soubesse o que faria?" - fico grato ao coaching de "suporte" do Pedro, do coaching de "serenidade" do Zé, do coaching de "acção" do Peixe e o coaching de "atitude comportamental" do Paulo, na abordagem com que me ajudaram. Um real abanão... (real, pois estavamos em Espanha, LOL)

O segundo momento foi a maratona em si, Após 5 semanas de preparação, 37 treinos, 6 bidiários, 4 treinos longos, muito técnica de corrida, mental e reforço muscular, a enorme alegria da partilha de muitos do treinos com seres inspiradores (a paciência e amor incondicional dos meus pais, a amizade e companheirismo de fantástica da Raquel Guimarães, do Zé E. Santo, do Pedro Vieira, do Mário Caetano, da Núria, um enorme abraço aos PR, muito particular: ao Vasco, ao Carlos Rocha, ao Luís Pires, ao Vítor Dias, ao Rui, à Conceição, à gratidão incondicional à Joana Silva (como fisiátra), na ajuda do António e Sónia no que toca ao nutricionismo e a força animadora brutal do Fernando Barros, da super campeã e detentora do recorde feminino da maratona de Sevilha Marisa Barros, do Professor Assunção (e os seus breves e importante conselhos) e, não menos, à presença de última hora do Jorge Teixeira (RUNPORTO): no ínicio e (tenho eu a certeza do momento crucial da prova) ao 38 km por aquela fantástica e milagrosa garrafa de água. - O estudo de treinos de 5 semanas sairá em breve no FB (Facebook)

Quero deixar o meu apreço a alguns dos meu grande inspiradores e atletas de alta competição e seus valorosos comentários e dicas: Jéssica, Mónica Silva, Mónica Rosa, Patrícia, Cristiana, Rafaela, Nelson e tantos outros com quem tive o privilégio de interagir - força campeões, muito grato mesmo

O objectivo que me tinha proposto conseguido:

Pos.Geral: 1021º Dorsal: 1565 Tempo: 03:16:58 Passada Média: 04:41 Tempo Útil: 03:15:29 Passagem 1/2 Maratona: 01:38:00 Nome: CARAMEZ, ALEXANDRE Clube: PORTORUNNERS Escalão: DM Pos.Escalão: 262º

A prova decorreu de trás para a frente, partindo com muita calma, alcançando a passada pretendida com alguma tranquilidade (estando aos 8 km já na casa da passada média de 4'22 o km), deixando a estrada correr por debaixo dos pés, a temperatura estava ideal para o tipo de prova e mais uma vez os Sevilhanos e muito Portugueses lá estavam apoiar-nos fielmente; a companhia do Vasco quase em toda a prova foi muito agradável, divertida e inspiradora, diria mais uma autêntica festa - um grande atleta da qual se houvesse dúvida, esta ficaram dissipadas (o Vasco marcou-me por conseguir animar mais o público que o público a nós) - não posso deixar de reconhecer os bons conselhos do Luís ( a mim e ao Vasco) que me apanhou muito perto do quilometro 41 quando estava a entrar em falha de glicose.

Quero partilhar convosco, ainda a minha agradável e social visita ao posto médico no fim da maratona. Como vos referi atrás, apesar de um bom pequeno almoço reforçado, levar as pastilhas de isotónicas (172 de 5 em 5 km), os aminoácidos (aos 15 e aos 30 km), fazer as devidas visitas pelos postos de abastecimentos para água, bebidas isotónicas e ainda algumas laranjas, entrei em défice de glicose no sangue ao quilómetro 36; descrevendo: o meu batimento cardíaco estava na casa dos 158 bpm, a passada entre os 4'15- 4'30 o quilómetro e o corpo não respondia, tive de abreviar para os 5' o quilómetro e aguentar chegar até ao fim sem me sentir cansado. À chegada, reencontrei-me com o Vasco, que foi, mais uma vez impecável, levou-me até ao posto pois estava a sentir-me ourado - já no posto, fui atendido 5 estrelas por 1 médico (Dr.José) e 3 excelentes auxiliares. Tinha os valores de glicose muito abaixo do normal (ao qual injectaram directamente na corrente sanguínea a dose para a restabelecer), mediram-me o batimento cardíaco ao perguntaram ironicamente se tinha feito a maratona pois tinha 32 bpm e a tensão arterial ligeiramente baixa, entrei num principio de hipotermia ao qual levaram-me para uma sala de climatização (que rondava a temperatura de 37º) na qual recuperei rapidamente.

Ganhei a medalha, não ganhei o saco de prémios mas tive direito a uma manta real azul como prémio. Muito grato à prestação e apoio médico excelente da organização.

Este momentos fazem parte da Vida de um atleta e é inspirador pois remete-nos à questão o que posso fazer para melhorar a situação num futuro próximo. Não há falhanços apenas aprendizagens e em breve ainda estarei melhor. E disposto ajudar-vos na medida que me for possível.

Muito feliz pelos recordes obtidos pelo: Mark Macedo (SIMPLESMENTE BRUTAL) e à Júlia Fernandes :) também, pelo grande Vasco (grande COMPANHIA e DIVERSÃO a toda a "PROVA", pelo EMPENHO do: Pedro Vieira, do Ricardo Peixe e do José E. Santo, que efectuou a sua primeira maratona, após iniciar a correr à 5 meses.

Um especial abraço ao Paulo E. Santo o nosso "suporte avançado e básico" de Vida em Sevilha, obrigado meu irmão.

Hoje estou a recuperar a um ritmo alucinante e já aguardo a próxima maratona (que em breve partilhar-vos-ei qual será). Sendo que a próxima prova é já no domingo em Valença (corta-mato).

Aos meus atletas obrigado por que sinceramente até com eles aprendo imenso.

A todos trago-vos no coração (mesmo os aqui não mencionados), um forte abraço a todos por acreditarem em mim e pelo vosso incrível suporte (nem imaginam a força e energia que é nos momentos menos bons em prova)

Alexandre Caramez
 

Comentar


Código de segurança
Atualizar