• Meia Maratona de Viana 2019 915
  • Volta A Paranhos Banner 900
  • maratona no parque 2018

Social Copenhagen Marathon 2011 - Crónica de Pedro Vieira

 Image

Social Copenhagen Marathon 2011

(Crónica de Pedro Vieira)

 

Maratona de Ano Novo!


Acordei. Último dia do ano de 2010. A preguiça apoderou-se do meu corpo, resistindo ao facto de serem apenas 6h da manhã e de ter tido pouco mais de quatro horas de sono. E então lembrei-me...

No dia 22 de Dezembro, estando no Sul da Suécia a gozar umas merecidas férias de Natal com a minha família, fiz a minha primeira incursão de corrida na neve. No dia 5 de Dezembro. havia terminado penosamente a Maratona de Lisboa em 4h45 e tinha decidido que descansaria até final do ano. Mas a neve, tão apetitosa, chamou por mim! O primeiro treino foi muito divertido, ao longo de 7 kms enfrentei a temperatura (-12º) com um sentimento infantil, fascinado pelo som das sapatilhas a mergulharem na neve. Com um ritmo reduzido pela neve e com a respiração dificultada pelo frio, ainda assim mantive uns 6'00/km.

 

 Image

7ª Maratona do Porto - Alexandre Caramez

Image

7ª Maratona do Porto

 

(Crónica de Alexandre Caramez)


Image

 

Há um provérbio que diz que à 3ª é de vez...

Pois é segui à risca (ou quase) todos os conselhos que me deram.

A minha imensa gratidão à Conceição, ao Vítor Dias, ao Luís Pires, ao Geraldino pelas vezes que me aconselharam a ser paciente, consistente, congruente nos treinos, que os resultados vinham por si próprios.

Vocês são a minha inspiração...

7ª Maratona do Porto - Eduardo Brandão

Image
 
 

A Minha 1ª Maratona

(Crónica de Eduardo Brandão)

 

Image 

 

 

Neste passado domingo, concretizei a minha primeira MARATONA! Sonho tornado realidade...

Muito sofrimento,claro, mas com trabalho e a grande ajuda dos meus amigos do nosso clube, consegui acabar!

O km 41 foi o mais longo da minha vida...

Beijos para a minha querida esposa e para o meu pai, que foram me apoiar no final!

E um beijinho especial para a Conceiçao, pela sua atitude que me tocou imenso. Nunca irei esquecer.

No km 42 nao consegui evitar as lágrimas... um dos momentos mais felizes da minha vida!

Abraços para todos.

7ª Maratona do Porto - Rui Cunha Campos

Image
 
 

A Minha "Odisseia" 7ª Maratona do Porto"

(Crónica de Rui Cunha Campos)

 

Image 

 

Domingo, 7 de Novembro, é dia da 7ª Maratona do Porto, a manhã está cinzenta e com aquela chuvinha que quase passa despercebida, o tempo está a incentivar aquele milhar de atletas que estão dispostos a enfrentar a míticas distância dos 42,195 Km, quer chova quer faça sol.

 

Os Porto Runners começam a aparecer de todos os lados, afinal éramos mais de 300. A foto da praxe com a malta do clube estava marcada para as 8h30 junto à porta do Palácio de Cristal. Seguiu-se o aquecimento e a ida para a linha de partida.

 

Ultra Trail Vuelta Al Aneto - 2010 - Crónica Telmo Veloso

Image

 

Ultra Trail Vuelta Al Aneto 2010

(Crónica Telmo Veloso)

 

 

Aproveitando a nossa semana de férias nos Pirinéus, eu e a Susana decidimos participar no Ultra Trail Vuelta al Aneto que se disputa na distância de 98kms (5.950m desnível positivo), sempre em auto-suficiência e que começa e termina em Benasque. Tomamos conhecimento desta corrida através de uma notícia que dava conta da vitória em 2009 do Alcino Serras (único português presente nesse ano). Este ano o Alcino voltou a marcar presença mas, infelizmente, foi obrigado a desistir aos 15 kms por lesão.

 

 

6ª Subida ao Monte Colcurinho - 2010 - Crónica Mark Macedo

Image

6ª Subida ao Monte Colcurinho

(Crónica Mark Macedo)

 

Dia 15 de Agosto, um dia que prometia ser muito quente, tornando a tarefa de subir o Monte Colcurinho num desafio permanente desde os primeiros metros da linha de partida.


O local onde iria ficar hospedado, seria o parque de campismo da Ponte das 3 Entradas. É uma solução económica para passar uma noite descansada antes do dia da prova. (Os custos para guardar carro e usar tenda, rondam cerca os 6€. Contrariamente doutros parques de campismo, onde por esta altura do ano ocorrem grandes festas e por isso não deixam de descansar adequadamente os atletas nos dias antes duma prova (ex: TransEstrela), este lugar é sossegado. Ao som do rio que passa por detrás do parque de campismo, é possível relaxar e repousar por completo durante a noite.